• Não foi um primor de partida e uma falha do goleiro Weslei dá o título ao Centenário

    Aconteceu sábado (02), a final do campeonato barreirense da segunda divisão. Os já classificados a participar da primeira divisão em 2018, Centenário e Guarani disputaram quem seria o campeão de 2017.

    Por ter tido o melhor índice técnico na competição e com um time muito superior tecnicamente, o Centenário entra em campo com total favoritismo a conquistar o título. O inicio da partida comprovava os prognósticos. Aos 03 minutos, numa infelicidade do goleiro Weslei, num chute da intermediária, dá rebote que é aproveitado pelo atacante Heuller abrindo o placar a favor do Centenário.

    O Guarani não criava nenhuma jogada que pudesse assustar o setor defensivo do adversário e Neném, Adão e Paulo Henrique sempre levavam vantagem no setor de meio de campo, e com o lateral Ivânio sempre dando opções pelo flanco esquerdo, as jogadas ofensivas aconteciam e eram sempre desperdiçadas, como aconteceu aos 20 minutos com Igão, aos 30 com Afeu, onde o goleiro Weslei se recuperou do erro no primeiro gol, fazendo uma espetacular defesa. As poucas vezes que o Guarani ameaçou o Goleiro Junior foi por displicência do adversário, mesmo assim não transformadas em gol.

    No segundo tempo, o panorama da partida não foi modificado, o Centenário continuava com o domínio mais sem nenhuma objetividade ofensiva. Igão que não vinha bem nos últimos jogos, volta a perder outra oportunidade de ampliar o marcador aos 18 minutos frente ao goleiro Weslei. Quatro minutos depois foi a vez e Heuller desperdiçar ao tentar encobrir o goleiro do Guarani e a bola foi para fora.

    O Guarani sem um homem de referência no ataque quase não assustava o adversário, tentava em chutes de longa distância a casualidade de um gol que pudesse levar a partida para a cobrança de penalidades e assim tentar o título. Enquanto isso, o Centenário continuava a se dar o luxo de perder gol e mais uma vez foi Heuller aos 40 minutos. Com o placar de 1 a 0, o Centenário sagrou-se o campeão da segunda divisão de 2017.

    O Centenário atuou com Junior; Wallington; Iguinho(Bartolomeu);Iguinho e Ivânio( Igor Borges). Neném; Adão e Paulo Henrique; Marcelo(Pedro); Igão (Afeu) e Heuller.

    Técnico: Adenilson

    Guarani Jogou com Weslei; Michel; Juliano (Adriano); Fabricio (Romon) e Bruno (Leandro). Lucal; e Binho (Ione). Caio; Rodrigo e Dois Mil e Iago.

    Receberam troféus, como goleiro menos vazado Maicon Solivan do Botafogo e Belmiro de Souza Bisneto com o artilheiro da Segunda Divisão do Campeonato Barreirense de 2017.

    Durante a premiação, a Liga Barreirense de Futebol homenageou Antônio Lobake, jogador do Centenário, com uma placa pelo golaço marcado na partida contra o Vera Crua na semifinal.

    * Confira a galeria de fotos desta notícia:

     


    • Compartilhe:

    0 Comentários

    Deixe o seu comentário!